Rosso Pomodoro Podcast
 

 

 

Category:Vidcast -- posted at: 5:04am UTC
Comments[2]

Programa 76 - الأقصر

Na cidade de Luxor, Vito Andolini passeia pelo Nilo dentro de uma 'feluca' (فلوكة‎), o barquinho tradicional, dá uma banana numa ilha e conversa com o capitão do barco.

Caveat: Muito vento naquele dia atrapalhará um pouco a escuta. Ao final, falado em inglês com toques de árabe.

Direct download: Podcast_76_-_Luxor.mp3
Category:podcasts -- posted at: 4:00pm UTC
Comments[0]

Programa 75 - القاهرة

Vito Andolini entra em becos, vielas, cafés, museus, locais sagrados, bairros e lojas para fazer um bom podcast.

A Vitoriosa (o Cairo), capital do Egito, como você nunca ouviu antes.

Caveat: Poucas vezes falado em árabe, com tradução condensadíssima para o português.

Direct download: Podcast_75_-_Cairo.mp3
Category:podcasts -- posted at: 8:00pm UTC
Comments[0]

Pausa caffè #1

Vito Andolini não fazendo nada à beira do Lago de Serraia, Alto Adige, Itália. Na companhia da senhora Dall'Agnol e a recusa do senhor Tassi em falar.

Direct download: Pausa_caffe768_1.mp3
Category:podcasts -- posted at: 8:30pm UTC
Comments[0]

Programa 74 - Bassano del Grappa

Vito Andolini na cidade de Bassano del Grappa, na Província de Vicenza, na região do Vêneto italiano.

Acompanhou-o nesse passeio a senhora Dall'Agnol, seu marido, o senhor Tassi, e seus filhos, Sergio e Natasha Serepova.

Pontes, praças, cervejas, grapas, alpinos e histórias.

Caveat: Falado numa mistura de italiano, dialeto vêneto e português do Brasil.


Direct download: Podcast_74_-_Bassano_del_Grappa.mp3
Category:podcasts -- posted at: 10:00pm UTC
Comments[0]

Dolce Pomodoro # 7


Carolino convida, novamente, o Professor Olgiatta e leva na tarraqueta.

Depois, o Senhor Rodolfo bate as portas da rádio para que batam para ele.

Caveat: Impropérios em italiano e romanesco e imagens gráficas aos ouvidos.

Direct download: Dolce_Pomodoro_7.mp3
Category:podcasts -- posted at: 3:00am UTC
Comments[0]

Programa 73 - Pa-pa-pa-Parma

Tudo correndo certinho, certinho. Vito começa no hotel onde se hospedou em Parma, introduzindo também o programa em seu devido lugar.

A Catedral, o batistério, as ruas, o presuntro cru, o parmesão, a culnária refinadíssima da cidade de Parma, na Emilia-Romagna.

Direct download: Podcast_73_-_Parma.mp3
Category:podcasts -- posted at: 4:23am UTC
Comments[0]

Programa 72 - Ferrara em resumo

Vito Andolini passeia e consegue resumir ao máximo a respeito de detalhes da cidade de Ferrara.

Castelo D'Este, Catedral e seu museo. Madonna della Melagrana, belíssima.

E outras diatribes do locutor intemerato.

Direct download: Podcast_72_-_Ferrara.mp3
Category:podcasts -- posted at: 2:00pm UTC
Comments[0]

Amores para todas # 2

 

Belmiro, no programa da tarde, convida Carolino.

Abraços são para todas.

Caveat: Palavras de baixo calão, em profusão.

 

Direct download: Amores_para_todas_2.mp3
Category:podcasts -- posted at: 3:19am UTC
Comments[0]

Category:Vidcast -- posted at: 12:21pm UTC
Comments[0]

Colecionismo Itinerante Programático # 3

 

Al otro lado del rio - De Jorge Drexler. Com Jorge Drexler.

Com ou sem imagens, continua emociante.

 

 

Direct download: Colecionismo_Itinerante_Programtico_3_.mp3
Category:podcasts -- posted at: 12:10pm UTC
Comments[0]

Category:Vidcast -- posted at: 11:46pm UTC
Comments[0]

Colecionismo Itinerante Programático # 2

 

Movimento perpétuo associativo - De Pedro da Silva Martins. Pelos Deolinda.

 

Unidos venceremos! Pero no mucho, diria Macunaíma, na tradução livre espanhola.

 

Caveat: De novo, o locutor estava com voz melíflua. Em bom mineirês: mei bebim.

 

Direct download: Colecionismo_Itinerante_Programtico_2.mp3
Category:podcasts -- posted at: 11:17pm UTC
Comments[0]

Category:Vidcast -- posted at: 12:01am UTC
Comments[0]

Colecionismo Itinerante Programático # 1

 

Renato e o Satanás - De Renato Andrade. Com Renato Andrade.

Um pouco sobre os pactos para se tocar bem viola.

 

Direct download: Colecionismo_Itinerante_Programtico_1.mp3
Category:podcasts -- posted at: 2:56am UTC
Comments[0]

Programa 71 - Pisa, terceira parte (final)

 

Durante o crepúsculo pisano, Vito Andolini e Andrew de Siena terminam a caminhada. Programete somente para encerrar o dia antes de se recolherem, cada um separadamente, aos seus aposentos.

 

Andiamo avanti!


Caveat: Por vezes, falado em italiano, com sotaque sienês (de Siena, oras!) com tradução aproximada e condensada para o português.


 

Direct download: Podcast_71_-_Pisa_parte_3.mp3
Category:podcasts -- posted at: 9:39pm UTC
Comments[0]

Programa 70 - Pisa, segunda parte

 

Este programa começa onde o anterior termina.

Saindo do Café, Vito e Andrew continuam descobrindo as maravilhas e segredos da cidade, que é universitária desde o século XIV.    

Andando, tem matemáticos, físicos, juristas, condes, astrônomos, pessoas que se recusam a falar e pessoas falantes.

 Caveat: Por vezes, falado em italiano, com sotaques sienês (de Siena, oras!) e pisano (de Pisa, pois!) com tradução aproximada e condensada para o português.

Direct download: Podcast_70_-_Pisa_parte_2.mp3
Category:podcasts -- posted at: 11:55pm UTC
Comments[0]

Programa 69 (Ops!) - Pisa, primeira parte

 

Vito Andolini convida Andrew, um escocês sienês, para uma caminhada legal na cidade da torre inclinada, de Galileo e de batalhas navais contra os turcos.

Andarilhando pelo Corso, pelo Borgo e pelas Piazzas e pontes sobre o Arno, os podcasteiros falantes são recompensados por cappuccino e macchiato inigualáveis (ou quase).

Andrew explica e reexplica, desenha até, para que Vito e o ouvinte possam usufruir plenamente dos ares refrescantes no Lungarno pisano.

Caveat: Por vezes, falado em italiano, com sotaque sienês (de Siena, oras!) com tradução aproximada e condensada para o português.

 

Direct download: Podcast_69_-_Pisa_parte_1.mp3
Category:podcasts -- posted at: 9:18am UTC
Comments[0]

O Bardo Inglês # 3 - Cimbelino, Rei da Bretanha

 

Se não me engano, Cimbelino é uma peça simbólica sobre a civilização, as relações entre o homem e a natureza, a cultura.

Vejamos: a história é a de um rei, ou seja, quem tem a responsabilidade e o poder de organizar a sociedade dos homens, quem herdou ou representa entre os homens a autoridade de deus. Ele é a consciência. E ele tem o dever de assegurar a descendência, de continuar o mundo. Carrega o tempo sobre os ombros. Continua uma linhagem: é o tronco de uma árvore que continua a memória de todos os mortos e donde sairão novos ramos até chegar ao céu. O símbolo é natural. Da terra que tem água se alimenta e entre o fogo das paixões vai crescendo para cima, para o ar, para a paz. A árvore é o Homem, obra prima da vida, árvore também, como no Non de Oliveira.

E, se não me engano, a peça começa com um erro, ou um desgosto: uma cegueira, uma inconsciência, uma mentira. O fogo de um amor por uma rainha que não tinha amor leva o rei a impedir um enxerto em sua árvore que seu saber, sua cultura, tinha preparado, a proibir o amor de sua filha Imogénia por um puro, Póstumo Leonato, por si educado como um filho. Isto numa côrte doente, ou seja, numa sociedade esquecida do seu natural, mergulhada na mentira e corrompida pelo dinheiro e pelos jogos de poder. Essa doença, privara já o rei de seus dois filhos varões: outra inconsciência, outra cegueira, levara o rei a ouvir uma mentira e a ser injusto, confundindo a lealdade de Belário com a traição. E levando assim o justo a corrigi-lo, tornando-se em regente, ou num rei no exílio, e guardando os dois rebentos longe da peçonha, à espera do tempo, numa floresta de que se tornou jardineiro. Nos dois casos o rei deixou errar o seu saber, nos dois casos o rei esqueceu que fazer viver seu tronco era a sua responsabilidade, e que fazer viver o tronco é uma arte, é educar a natureza, é o mais nobre ofício de transformar a vida em civilização. Depois a peça é a história de um violentíssimo processo para a própria reeducação do rei, o seu arrependimento. É a história de uma luta contra a morte e o caos da inconsciência, que é movida por um fogo: a generosidade, verdadeira natureza humana, capaz de todos os excessos, de toda a grandeza. Imogénia e Póstumo, Pisânio, Guidério e Arvirago, Belário, Caio Lúcio e até, modestamente, Cornélio, todos têm amor, e esse fogo e Deus ou o Tempo, seu instrumento natural, conseguem levar o Homem até ao sonho da paz, até à final harmonia do rei com a sua responsabilidade, à reconciliação com a simplicidade original, ao perfeito equilíbrio entre a vontade do Homem e as forças naturais, a civilização.

Mas sonho. Tão inverosímil como toda a peça. Tão inacreditavelmente complexa e teatral é a intriga, onde até aparece um "jack in the box", o demónio (italiano) a seduzir a virtude, e onde até há visões de deuses e fantasmas e onde, por milagre, numa guerra três homens se transformam em anjos ou gigantes para tornar cobardes em valentes e derrotar exércitos e o remorso tira a força aos homens maus, tão imaginária é esta Britânia ou aquela Itália de todos os contos, que uma enorme amargura a atravessa. Tudo isto não existe, talvez ou com certeza. É teatro. Há muitas guerras mas não há paz assim. "Nunca houve uma guerra que primeiro que das mãos lavasse o sangue assim termine em paz". A visão do mundo que esta peça pressupõe é negra. Os homens que conhecemos são mais mesquinhos, a árvore está podre, a sociedade em que vivemos é o reino corrupto de Cimbelino. Tudo o resto é inventado. Mas tudo isto é também desejado. O homem civilizado é, pelo menos, capaz destes sonhos, a cultura que herdou e que passou a ser seiva para o seu tronco, torna-o capaz de não desistir, de desejar uma grandeza destas para o ser humano. Gosto até à morte de um teatro que a si próprio se usa para assim não desistir do Homem. Para imaginar a redenção.

E este é o sonho que uma memória fabrica. Se esta é a história de um rei que é a consciência do mundo, é nessa consciência ou em seu inconsciente, que todo este sonho se gera. Neste palácio se inventa uma Itália, neste palácio surgem grutas e montanhas, neste palácio cresce a guerra em pesadelo. Este palácio é também a nossa memória. A consciência da História. Este teatro pressupõe uma cultura. Esta peça que tem a mais complexa intriga que se pode imaginar, não está interessada em contar uma nova história, lembra o já sabido. É um enorme jogo com a memória de todas as histórias que a cultura inventou, repetiu e glosou e guardou na memória. Coisas das nossas vidas e das vidas dos outros, da tradição popular, episódios das crónicas, da Bíblia, da tragédia grega, de todas as comédias, de contos de fadas e carnavais, pedaços de música, de poesias. Entretém-se a cruzar estas coisas, a revelar ou inventar os laços que as podem unir. Desequilibradamente, sim, ao ritmo da paixão, mas, ao contrário do que se diz, numa perfeita unidade. Como nos sonhos. E parece um puzzle de citações. Citações de todos os contos tornados em teatro. Citações também de tantas personagens e histórias de todo o teatro que Shakespeare foi escrevendo para mostrar o Homem. Este teatro quer ser jogo, ou convenção, para se tornar em terreno de mitos, representar o Homem, dar-lhe sentido, ou temer e amar o seu mistério, naquele ponto em que a memória já confunde todas as épocas para só tentar conhecer, divertindo-se com os seus anacronismos.

O nosso cenário é um espaço para este jogo, esta reelaboração, é um laboratório e uma biblioteca e um ringue. Pouco importa a construção de imagens. Em cena estão actores que vão dando carne a todo um repertório de situações e personagens que nos lembram outras mil e é na nossa memória feita de cultura de tantas gerações que mil imagens se terão de construir num painel tão grande que toda a humanidade há-de estar representada. E sonhada no desejo de uma grande paz.

O nosso ofício, é este jogo civilizado. Dar sentido a uma torrente de temperamentos, pôr a memória a conviver com o desejo, encontrar maneiras de pensar a vida neste felizmente selvagem prazer de em quatro horas cada dia expormos nossa energia, nosso corpo, nossas imaginadas mas mais fortes emoções, nossa fraqueza. Tirando da cartola da nossa natureza os anjos e os monstros, os bobos, os deuses e os fantasmas que a nossa cultura gerou. Em toda a imperfeição. É este o nosso desporto. Sonhar convosco uma vida maior. A mentir se busca a verdade. Assim se morre por amor. Assim nos educamos na floresta. E queremos ser príncipes porque "o barro difere de outro barro em sua dignidade, sendo igual a poeira dos dois". "Há na natureza farinha e farelo e há desdém e graça".

Luis Miguel Cintra

Texto acima aqui.


Direct download: B_I-Cimbelino_1.mp3
Category:podcasts -- posted at: 8:17pm UTC
Comments[0]

O Bardo Inglês # 2 - A Tempestade

 

A Tempestade de William Shakespeare é uma peça que versa sobre o destino pouco sortudo do aristocrata Prospero, banido de sua cidade natal por desavenças políticas, Milão. Ele é salvo da morte graças a ajude de um amigo e da graça divina. Fugido com sua filha Miranda para uma ilha. A peça desenvolve-se nessa desventura de pai e filha na sobrevivência e descobertas de estranhas e surpreendentes que se desenvolve em tal ilha. A peça foi provavelmente escrita em 1611 à 1612 e Shakespeare teria se inspirado em várias peças literárias da época para compô-la, em especial, um relato das viagem ultra-marinas de Pter Martur (descritas no livro De orbo novo – Décadas no Novo Mundo ou nas Índias Ocidentais, de 1530).

Texto acima aqui.

Tradução da peça, em português, aqui.

 

Direct download: B_I-Tempestade.mp3
Category:podcasts -- posted at: 7:52pm UTC
Comments[0]

O Bardo Inglês # 1 - A Tragédia de Macbeth

 

Texto original aqui.

Macbeth é um conto clássico de ambições frustradas e ganância.Macbeth e seu amigo, Banquo, voltavam vitoriosos de uma batalha pelo reino da Escócia quando encontraram três bruxas. As estranhas irmãs saudaram Banquo como o pai de reis e a Macbeth como Barão de Cawdor, que se tornará rei. Pouco depois, Macbeth descobre que o Rei Duncan acabara de tornar Macbeth Barão de Cawdor. A estranha ocorrência depois das profecias das bruxas fica na cabeça de Macbeth e ele escreve a sua mulher sobre isso. Lady Macbeth, ambiciosa e impiedosa, vê o que deve ser feito após ler a carta de Macbeth. Eles devem matar o Rei e tomar o trono. Em breve, Duncan deveria ir ao castelos deles, para passar a noite. Macbeth e sua mulher tramam para matar o Rei e se tornarem os novos governantes da Escócia. Mesmo em dúvida a princípio, Macbeth mata Duncan e um de seus empregados. Lady Macbeth toma a faca e encontra sangue em suas mãos, então eles as lavam antes de despertar os outros para avisá-los sobre os assassinatos.Macbeth se torna rei, mas logo começa a temer Banquo, que ouvira as profecias das bruxas, e a invejá-lo, pois ele seria pai de reis. Inevitavelmente, Macbeth assassina Banquo. Entretanto, os assassinatos ficaram em sua mente a atormentá-lo e ele vê o fantasma de Banquo o perseguindo à mesa. A medida que Macbeth fica mais nervoso, e com maior culpa escondida, suas ações se tornam mais cruéis. Ele mata a mulher e os filhos de Macduff, seu rival, e ouve das bruxas que ninguém nascido de uma mulher poderia matá-lo. Macduff se alia ao filho de Banquo e herdeiro do trono, para enfrentar Macbeth. Eles levam um exército, lutam e destroem a fortaleza de Macbeth. Macbeth, culpado e descontrolado, descobre que sua mulher enlouquecera atormentada pelos crimes que cometera havia se matado. Macbeth luta com Maduff e descobre que ele nascera por uma cesariana e não um parto natural, driblando a profecia. Macbeth é morto e os herdeiros de Banquo tomam o trono.

 

Direct download: B_I-Macbeth.mp3
Category:podcasts -- posted at: 12:11pm UTC
Comments[0]

O Bardo Inglês - Introdução

 

Introdução à série "O Bardo Inglês".

 

Direct download: B_I-Introducao.mp3
Category:podcasts -- posted at: 12:53pm UTC
Comments[0]

O Bardo Inglês - Apresentação

 

Apresentação da série "O Bardo Inglês"

 

Direct download: B_I-Apresentao.mp3
Category:podcasts -- posted at: 5:27am UTC
Comments[0]

Dolce Pomodoro # 6
Carolino convida o Professor Olgiatta para tratar de assuntos de altas filosofia. De Freud ao futebol.

Direct download: Dolce_Pomodoro_6.mp3
Category:podcasts -- posted at: 7:57am UTC
Comments[2]

 Programa 68 - Roliço e redondo 锅里壮
Por incitamento de outro podcasteiro, Vito Andolini juntou uma trupe e visitou o restaurante Guolizhuang. Mas, também comeu por lá.

Pênis e testículos de alguns animais. Não fomos nós da Rádio Rosso Pomodoro quem dissemos isso. Está . Culpa do Sérgio √ieira.

No meio da onda de groceries que assola nosso mundo, um pouco de delicatessen vai bem.

Convidados especiais: A Menina que Não Queria Falar, Salah, Luciana Paulina e Jana Chan Watanabe.

Caveat: Pronuncie corretamente Jana Chan, senão ela vira montanha

Direct download: Podcast_68_-_Guolizhuang.mp3
Category:podcasts -- posted at: 4:11am UTC
Comments[0]

Programa 67 - É Latina
Visita rapidinha de Vito Andolini à cidade fundada (dentre algumas outras) para ser, quase o triunfo da vontade, o orgulho do fascismo. Este gorou - Sia lodato Gesù Cristo - mas a cidade, ainda bem, não terminou.

Passagem só para tomar cappuccino, boa desculpa, e testemunhar um festival de corais italianos, mas com histórias para contar no caminho da praça e do parque da cidade.

Direct download: Podcast_67_-_Latina.mp3
Category:podcasts -- posted at: 10:52pm UTC
Comments[0]

Programa 66 - Goulukingforflainsocersindeiscai
Southwark e Bishop's Gate. Globe e Rose Theatres. Clink ou Klink.

Tá bão? Quer mais? Ou cuméquié?

Passagem rápida e substanciosa de Vito Andolini pela Londres, Londres. Vá e ouva o que achava que sabia. Nem o locutor sabia.

Direct download: Podcast_66_-_Londres.mp3
Category:podcasts -- posted at: 5:40pm UTC
Comments[0]

 Programa 65 - Sangue sacro ferve em Palermo
Finita a viagem pela Sicília em sua capital. Palermo, onde o sangue sacro de Vito Andolini mais ferveu até hoje.

Tem igrejas românicas, bizantinas e barrocas a rodo. Também óperas, de marionetes e a chamada erudita, no Teatro Massimo. Tem ruas grandes e uma fonte escandalosa.

Rosso Pomodoro, U puddicast' beddu.

Direct download: Podcast_65_-_Palermo.mp3
Category:podcasts -- posted at: 7:12pm UTC
Comments[0]

Dolce Pomodoro # 5
Carolino convida Belmiro para responder outra consulta de ouvinte nos pograma da madrugada. Filantropia: dar ou não.

Direct download: Dolce_Pomodoro_5.mp3
Category:podcasts -- posted at: 9:23pm UTC
Comments[0]

Programa 64 - A visão de Siracusa
Certamente já ouvistes, ó inestimável ouvinte, falar de Arquimedes. Mas presume-se que ainda tenha ouvido pouco sobre Siracusa.

Esta é a tua chance. Abanque-se e vá junto com Vito Andolini àquela cidade, enquanto o intemerato locutor continua sua viagem pela Sicília.

Gregos e siracusanos, pedreira usada como prisão e amor sem fronteiras na mitologia grega, pois a Sícilia era parte, sim, do mundo grego.

Ao final, no Estúdio B, convidados especiais Goiano e LH para arrematar, totalmente fora do assunto.

Caveat: O Conselho Editorial da Rádio Rosso Pomodoro agarante que Vito Andolini tentou chamar os convidados no Estúdio B à razão.

Direct download: Podcast_64_-_Siracusa.mp3
Category:podcasts -- posted at: 5:08pm UTC
Comments[1]

Programa 63 - Não vi nada de proibido
Bruce John Walk acompanha Vito Andolini em troca de conhecimentos mútuos até a Cidade Proibida. Um lugar de escândalos, riquezas nababescas (escusado o quase pleonasmo) e quase local de pasto para o andarilho.

Nada há de proibido na Cidade Proibida, ponto por excelência central de Pequim. Constatação feita pelo Comandante Klink, astro especialmente convidado para o Estúdio B.

Direct download: Podcast_63_-_Cidade_Proibida.mp3
Category:podcasts -- posted at: 11:55pm UTC
Comments[0]

O Pedal da Bicicleta #8
Finca tudo na B del M. Lança Cuba, lança! Quero ver Cuba lançar.

Direct download: Pedal_8.mp3
Category:podcasts -- posted at: 3:45am UTC
Comments[2]

Tomate Cru # 43
Balangando para provocar espuminha. De leve!

Direct download: Tomate_Cru_43.mp3
Category:podcasts -- posted at: 2:33am UTC
Comments[2]

O Pedal da Bicicleta #7
Pára tudo para competir, o capetalismo selvagem e um quase-tomate-cru.

Direct download: Pedal_7.mp3
Category:podcasts -- posted at: 6:38pm UTC
Comments[1]

Programa 62 - Sinomuralhão
Sobe e sobe. Vito Andolini e Bruce John Walk, astro especialmente convidado, pegam táxi, modestamente, e rumam para a Grande Muralha de Simatai. Quem não ouviu, ouva a explicação neste programa da Rádio Rosso Pomodoro.

Ventos e tonturas se apoderam do destemido locutor. Bruce vai na maciota, na dele, dando seus pitacos pequineses.

Dinastias e trabalhos forçados não são para qualquer um.


Direct download: Podcast_62_-_Grande_Muralha.mp3
Category:podcasts -- posted at: 3:39pm UTC
Comments[2]

Tomate Cru Internazionale # 16
Ao ouvir Sérgio √ieira, saio por aí cantando: "Sou uma besta em continuar acreditando".

Direct download: Tomate_Cru_Intzl_16.mp3
Category:podcasts -- posted at: 8:24pm UTC
Comments[1]

O Pedal da Bicicleta #6
Construindo a casca do ovo. Dentro, o vazio...

Direct download: Pedal_6.mp3
Category:podcasts -- posted at: 3:12am UTC
Comments[0]

Programa 61 - Catando Catania
Vito Andolini continua seu périplo desenfreado pela Sícilia.

Visita a segunda maior cidade da ilha, Catania. Vai ver as Santas Águeda e Apolônia nas igrejas construídas no local onde teriam sido martirizadas. Segundo a tradição.

Come ostras no mercado central, perto da Catedral.

Filosofa num antigo Mosteiro Beneditino e se refugia em área segura antiterremoto.

Desta vez não tem vinho, mas tem charuto baiano.

Direct download: Podcast_61_-_Catania.mp3
Category:podcasts -- posted at: 1:48am UTC
Comments[0]

O Pedal da Bicicleta #5
Ventando no quase vazio olímpico.

Direct download: Pedal_5.mp3
Category:podcasts -- posted at: 6:11pm UTC
Comments[0]

Tomate Cru Internazionale # 15
Os potentes microfones da Rádio Rosso Pomodoro abrem-se para Michele Nicola, convidado especial do correspondente Sérgio √ieira. Cinema bão é cinema italiano. Enquanto se fica com um profundo sentimento do vazio.

Direct download: Tomate_Cru_Intzl_15.mp3
Category:podcasts -- posted at: 8:29am UTC
Comments[0]

Tomate Cru # 42
Organizem-se, ó pá! Mas em Macau é assim.

Direct download: Tomate_Cru_42.mp3
Category:podcasts -- posted at: 5:37pm UTC
Comments[0]

Tomate Cru # 41
A influência da pinça e da lupa no alívio das tensões.

Direct download: Tomate_Cru_41.mp3
Category:podcasts -- posted at: 10:44pm UTC
Comments[1]

O Pedal da Bicicleta #4
Clonar ou não clonar, decalcar ou não decalcar, estas são as questãs!!!


Direct download: Pedal_4.mp3
Category:podcasts -- posted at: 11:12pm UTC
Comments[2]

O Pedal da Bicicleta #3
Desconstruindo a cidade.

Direct download: Pedal_3.mp3
Category:podcasts -- posted at: 2:16pm UTC
Comments[1]

O Pedal da Bicicleta #2
Oras, porque em Macau é assim!

Direct download: Pedal_2.mp3
Category:podcasts -- posted at: 11:02pm UTC
Comments[3]

O Pedal da Bicicleta #1
A bicicleta: necessidade necessariamente necessária. Recomeçando tudo de novo novamente, em Pequim.

Direct download: Pedal_1.mp3
Category:podcasts -- posted at: 2:52am UTC
Comments[6]

Programa 60 - Taormina ou Taurmina? O importante é que tá
Respirando ares dos altos do Monte Tauro, por vielas e pracinhas de Taormina, uma das pérolas do Mediterrâneo.

Vito Andolini explora bem a terrinha alta e vai do classicismo à arte popular para pincelar sobre o local.

O palrador anfitrião ouve Zampona, conta de ingleses e alemães que deram a fama, e a grana, para a cidade mais top model da Sicília. Senta-se no teatro, anda no parque, termina na mesa dum bar e ali medita filosofando bem sobre o "só sei que nada sei".


Direct download: Podcast_60_-_Taormina.mp3
Category:podcasts -- posted at: 3:24am UTC
Comments[3]

Programa 59 - Messina direitinho
Dando continuidade aos quase-mortos da Rádio Rosso Pomodoro, colocamos no ar a viagem de Vito Andolini a Messina, na Sicília.

Viales importantes, a Catedral (como sempre), o porto da cidade, pintores. E ditos populares em siciliano.

Solte a voz nas estradas. A Travessia!

Direct download: Podcast_59_-_Messina.mp3
Category:podcasts -- posted at: 4:52pm UTC
Comments[0]

Tomate Cru Internazionale # 14


Sérgio √ieira encerra o ano de 2007 contando "du pudê" e do horror, o horror!

Direct download: Tomate_Cru_Intzl_14.mp3
Category:podcasts -- posted at: 9:06pm UTC

Dolce Pomodoro # 4
O que fazer com os cachorro safado? Carolino responde, na bucha, no seus pograma da madrugada.

Direct download: Dolce_Pomodoro_4.mp3
Category:podcasts -- posted at: 8:37am UTC

Programa 58 - Brasí­lia na seca
Patrocínio internacional do Ouvidor Geral permitiu a Vito Andolini viajar até a capital da secura. O melhor foi a companhia....

A "Garota que não quis falar" e o internacionalmente renomado Alexandre Sena, multiinstrumentista = jornalista e podcasteiro, acompanharam Vito no desbravamento do cerrado do Centro Oeste.

Foram todos ao encontro de frutos e ervas do Norte, culinária do Nordeste, gente do Centro Oeste, música da Jamaica e pessoal viajandão.

Não perdam!

Caveat: Os Tatuapés ficaram para depois...

Direct download: Podcast_58_-_Brasilia_com_Sena.mp3
Category:podcasts -- posted at: 2:35am UTC

Programa 57 - Reggio calabrês
Para tentar agradar gregos e troianos, mouros e aragoneses, calabreses e sicilianos, Vito Andolini dirigiu-se ao bico da bota para chutar (ui!) sobre a tumultuada e invadida (uau!) história de Reggio de Calabria e região.

O locutor destemperado comeu igual um porco, abusando do patrocínio mão-aberta do Ouvidor Geral.

Introduzindo (ai!) e fechando (auch!), Federico Pindorano gravou no já saudoso Estúdio A.

Megghiu cusì!

Direct download: Podcast_57_-_Reggio_di_Calabria.mp3
Category:podcasts -- posted at: 12:15am UTC

Tomate Cru Internazionale # 13
Será possível que ninguém percebe? Sérgio √ieira sim.

Direct download: Tomate_Cru_Intzl_13.mp3
Category:podcasts -- posted at: 4:57pm UTC

Programa 56 - Rosso e NK, uma colaboração
Vito e Federico se mandam de Bolonha para Casalecchio de Reno, para o MacDay 2006 e o  Encontro de Podcasteiros da Itália, primeiro de... uma série?

Essa, realmente, é do fundo do baú!

Esperando Godot e a pizza para o almoço, acontecem conversas de expatriados.

Além disso, uma boa participação na Radio NK dos dois locutores que vocês já conhecem.

Venham FICAR conosco....

E andiamo avanti!

Caveat: Falado em português e italiano. Com comentários mais baixos que barriga de cobra.

Direct download: Podcast_56_-_Rosso_na_NK.mp3
Category:podcasts -- posted at: 2:12am UTC

Dolce Pomodoro # 3
Carolino transmite mais um de seus pograma da madrugada comentando notícias na Itália.

Direct download: Dolce_Pomodoro_3.mp3
Category:podcasts -- posted at: 11:29pm UTC

Programa 55 - Impressões Xeiquianas
Num trem pras estrelas Vito Andolini e Xeque Elias conversam sobre suas diversas viagens ao Líbano, principalmente as surpreendentes impressõoes de Elias.

Hospitalidade, higiene, pureza e vaidades dos nativos. Temas notados até por Federico Pindorano que se encontrava no Estúdio B para os comentários iniciais e finais desta edição viajante da Rádio.

Ahlan wa sahlan!

Direct download: Podcast_55_-_Xeque_no_Lbano.mp3
Category:podcasts -- posted at: 2:24am UTC

Tomate Cru Internazionale # 12
Pois é assim que libera tudo. Análise fundamentada por Sérgio √ieira.

Direct download: Tomate_Cru_Intzl_12.mp3
Category:podcasts -- posted at: 8:55pm UTC

Tomate Cru Internazionale # 11
Levante cedinho no sábado e suba na caixa de sabão. Como diria Sérgio Vieira, que sempre vai junto com o tatu a pé.

Direct download: Tomate_Cru_Intzl_11.mp3
Category:podcasts -- posted at: 10:52pm UTC

Tomate Cru Internazionale # 10
Comodismo não paga as contas, só dá pão e circo.

Gravado por Christian Gurtner lá do Curral d'el Rey.

Direct download: Tomate_Cru_Intzl_10.mp3
Category:podcasts -- posted at: 12:33am UTC

Programa 54 - Em Bolonha com Federico
Num patrocínio inédito do Ouvidor Geral, Federico Pindorano fala junto com Vito Andolini na cidade de Bolonha.

Dificuldades do viver na bella Itália transtornaram Federico à época da gravação. Os discursos mais verdadeiros e porras loucas da história da Rosso Pomodoro.

No final, uma saída excelente por porta quase secreta nos joga no âmago da vida noturna das ruas da cidade.

Direct download: Podcast_54_-_Bolonha_com_Federico.mp3
Category:podcasts -- posted at: 1:22am UTC

Tomate Cru Internazionale # 9
Vamos lá, todos juntos com a língua presa: Noooossssssaaaa!

Sérgio Vieira comenta a partir de São Paulo. Cara entendido taí!


Direct download: Tomate_Cru_Intzl_9.mp3
Category:podcasts -- posted at: 11:17pm UTC

Tomate Cru Internazionale # 8
Como não dizer Tomate Cru. Explicado por Sérgio Vieira.

Direct download: Tomate_Cru_Intzl_8.mp3
Category:podcasts -- posted at: 11:44pm UTC

Programa 53 - Salzburgo, segunda parte
Dentro da Catedral de São Rupert, em Salzburgo, os microfones da Rádio Rosso Pomodoro são abertos para o órgão entrar.

Vito e Xeque Elias continuam desbravando a linda cidade do sal, indo até o Castelo Hohensalzburg.

Doremifasollasido!

Direct download: Podcast_53_-_Salzburgo_2.mp3
Category:podcasts -- posted at: 2:36am UTC

Programa 52 - Salzburgo, primeira parte
Vito e Xeque Elias começam no banquinho dos jardins de uma grande Vila  falando da aura da cidade do sal.

Visitam as casas de Mozart, a que ele nasceu e uma das várias onde morou com ou sem sua família de origem.

"E de repente não me sinto tão mal."

Direct download: Podcast_52_-_Salzburgo_1.mp3
Category:podcasts -- posted at: 2:24am UTC

Tomate Cru Internazionale # 7
A sonegação é uma coisa, assim, de famí­lia.

Por Sérgio Vieira, direto da capital de São Paulo.


Direct download: Tomate_Cru_Intzl_7.mp3
Category:podcasts -- posted at: 1:33am UTC

Bloody Mary # 3
Vito e a Senhora Dall'Agnol falam sobre boutades quase filosóficas do inesquecí­vel Totò. Numa tarde agradabilí­ssima às margens do Lago Serraia no Altopiano di Piné, no Trentino.

Caveat: Falado em português e italiano, cujo sentido pode ser entendido.

Direct download: Bloody_Mary_3.mp3
Category:podcasts -- posted at: 10:13pm UTC

Tomate Cru Internazionale # 6
I beg your pardon? Cumé quié o negócio?

Dos Tatuapés, reflexão de Sérgio √ieira.

Direct download: Tomate_Cru_Intzl_6.mp3
Category:podcasts -- posted at: 11:31pm UTC

Tomate Cru Internazionale # 5
Ratimbum!

Tanta gente gozando ao mesmo tempo e Sindactando. E atenção: minha arroba vale mais que a de todas as outras...

Diretão da Desvairada, uma gravação original do Tatto Garcia!

Direct download: Tomate_Cru_Intzl_5.mp3
Category:podcasts -- posted at: 5:12pm UTC

Tomate Cru # 40
Tirando o gosto. Secando o insecável. Italiaaaani!

Direct download: Tomate_Cru_40.mp3
Category:podcasts -- posted at: 8:12pm UTC

Tomate Cru Internazionale # 4
Se cansado de esperar, seguindo conselho de sexóloga, deve-se não manter os músculos tensos e praticar a terapia reichiana.

A partir do Túmulo do Samba, gravou Sérgio √ieira.

Direct download: Tomate_Cru_Intzl_4.mp3
Category:podcasts -- posted at: 12:49am UTC

Tomate Cru # 39
Quem tem medo do Lobo Mau?

Direct download: Tomate_Cru_39.mp3
Category:podcasts -- posted at: 8:20pm UTC

Tomate Cru Internazionale # 3
Amigo meu é descendente dos bôeres da ?frica do Sul, um afrodescendente louro, brancão...

Outro é branco "puro" com trisavó africana. Ça va sans dire.

Gravado em Sampa, pelo Sérgio √ieira.

Direct download: Tomate_Cru_Intzl_3.mp3
Category:podcasts -- posted at: 11:42pm UTC

Tomate Cru Internazionale # 2
Mônica de presidente lá e Mônica de presidente aqui. Bem, outro presidente. Sérgio Buarque de Holanda explica.

Internazionale, a partir de São Paulo, gravado por Sérgio √ieira.

Direct download: Tomate_Cru_Intzl_2.mp3
Category:podcasts -- posted at: 6:13pm UTC

Tomate Cru # 38
Para criança tudo é festa. E um brancão chinês.

Direct download: Tomate_Cru_38.mp3
Category:podcasts -- posted at: 8:22pm UTC

Tomate Cru # 37
Vito recebe Don Peppino, amigo de longa data, que lhe explica como se deve tratar a mulher do colega.

Caveat: Impropérios quase escatológicos ditos em siciliano.

Direct download: Tomate_Cru_37.mp3
Category:podcasts -- posted at: 11:08pm UTC

Tomate Cru # 36
A ponta é virada para a direita e não é fácil entrar.

Direct download: Tomate_Cru_36.mp3
Category:podcasts -- posted at: 8:39pm UTC

Tomate Cru # 35
Tocando de ouvido sobre castidade e honestidade.

Direct download: Tomate_Cru_35.mp3
Category:podcasts -- posted at: 7:03pm UTC

Programa 51 - Bratislava na mão
Vito Andolini e Xeque Elias andam e desandam na capital eslovaca.

Vampiros, distâncias intercontinentais, churrascaria brasileira, antiga e temporária capital do Império Húngaro, bondinho malcheiroso, chocolate com menta... sem menta.

E asereje, ah, eje!

No estúdio B, Vito e Federico Pindorano.

Direct download: Podcast_51_-_Bratislava.mp3
Category:podcasts -- posted at: 2:51am UTC

Bloody Mary # 2
Vito Andolini conversa com toda a trupe da Radio NK em Casalecchio di Reno, proví­ncia de Bolonha. O locutor foi naquela cidadezinha para um encontro dos usuários de Mac e aproveitou para bater papo com os que fazem podcast na Itália.

Caveat: Falado em português, italiano e dialeto romagnolo, com tradução apenas condensada.
 
Direct download: Bloody_Mary_2.mp3
Category:podcasts -- posted at: 11:36pm UTC

Tomate Cru Internazionale # 1
O novo lema das empreiteiras, que querem globalizar-se, será Engulf & Devour. Tomate Cru Internacional em São Paulo, gravado por Sérgio √ieira.

Direct download: Tomate_Cru_Intzl_1.mp3
Category:podcasts -- posted at: 7:33pm UTC

Bloody Mary # 1
Era para ser Cru, mas quem não tem pressa come cozido.

Vito e Sérgio Vieira conversam sobre a passagem do Papa Bento XVI em São Paulo, no mês de maio de 2007. Mesmo que o locutor desta Rádio insista em ser abril e fique tautologicamente a explicar - a não se sabe bem a quem - o que já tinha sido explicado N vezes.

Caveat: A birita é foda!

Direct download: Bloody_Mary_1.mp3
Category:podcasts -- posted at: 11:19am UTC

Tomate Cru # 34
O dinheiro embeleza o homem. Mas no Brasil, além disso, enriquece o dono. E muito!

Direct download: Tomate_Cru_34.mp3
Category:podcasts -- posted at: 8:21pm UTC

Tomate Cru # 33
Roma escondida 3 - Ensinando surdos-mudos a falar no século XVIII.

Direct download: Tomate_Cru_33.mp3
Category:podcasts -- posted at: 8:32pm UTC

Tomate Cru # 32
Carolino convida e paga cafés e cappucini para Vito, Federico e M. DG.

E todo mundo vai.

Direct download: Tomate_Cru_32.mp3
Category:podcasts -- posted at: 7:52pm UTC

Programa 50 - Viena, segunda parte
As outras partes dos Habsburgos são vistas, ou quase, por Vito Andolini.

Precisamos mais um pouco o que ficou no ar na primeira parte.

Acompanhamos a Dinastia dos Reis e Rainhas do Império Austro-Húngaro e suas vicissitudes.

Como o Imperador Augusto, não conseguimos expandir nosso território à revelia dos povos germânicos.

Enfim, falamos pacaceta!



Direct download: Podcast_50_-_Viena_2.mp3
Category:podcasts -- posted at: 1:13am UTC

Programa 49 - Viena, primeira parte
O sangue sacro de Vito Andolini o impeliu a visitar Viena. Comendo Sachertorte, entrando em catacumbas, procurando templos.

A casa de Freud também foi visitada, mas não gravada.

Federico Pindorano narra do estúdio B junto com Vito.

Direct download: Podcast_49_-_Viena_1.mp3
Category:podcasts -- posted at: 3:37am UTC

Tomate Cru # 31
Roma (quase) escondida 2 - Giordano Bruno na Piazza Campo de' Fiori

Direct download: Tomate_Cru_31.mp3
Category:podcasts -- posted at: 8:16pm UTC

Tomate Cru # 30
Como dizia São Paulo, quem não trabalhar não coma.

Direct download: Tomate_Cru_30.mp3
Category:podcasts -- posted at: 7:45pm UTC

Tomate Cru # 29
Excedo honoravelmente e aceito constrangidamente o presente Título a mim conferido.

Direct download: Tomate_Cru_29.mp3
Category:podcasts -- posted at: 7:42pm UTC

Tomate Cru # 28
Você não está pensando que tem muito por aí não, né?

Direct download: Tomate_Cru_28.mp3
Category:podcasts -- posted at: 7:40pm UTC

Tomate Cru # 27
O que é bom para os EUA é bom para a Itália.

Direct download: Tomate_Cru_27.mp3
Category:podcasts -- posted at: 3:19am UTC

Tomate Cru # 26
Voltas e mais voltas nos fazem dar os desenvolvidos deste mundo quase sem porteira.

Direct download: Tomate_Cru_26.mp3
Category:podcasts -- posted at: 2:43am UTC

Amores para todas # 1
Belmiro inaugura os pograma da tarde atendendo a ouvinte assíduo.

Direct download: Para_todas_1.mp3
Category:podcasts -- posted at: 10:52pm UTC

Tomate Cru # 25
Sou pobre e sou feliz. Pelo menos antes eu era.

Direct download: Tomate_Cru_25.mp3
Category:podcasts -- posted at: 7:55pm UTC

Dolce Pomodoro # 2
Mais outra consulta respondida por Belmiro ainda no show do Carolino.

Direct download: Dolce_Pomodoro_2.mp3
Category:podcasts -- posted at: 6:21am UTC

Tomate Cru # 24
Você acha que está ruim onde você mora? Olhe melhor em volta.

Direct download: Tomate_Cru_24.mp3
Category:podcasts -- posted at: 5:48pm UTC

Dolce Pomodoro # 1
Os pograma das madrugada, com Carolino. Também com nóis, Belmiro e seus pograma da tarde.

Direct download: Dolce_Pomodoro_1.mp3
Category:podcasts -- posted at: 6:24am UTC

Tomate Cru # 23
Em grego Qejh. Coleções variegadas e de alguma importância para seu dono.

Direct download: Tomate_Cru_23.mp3
Category:podcasts -- posted at: 7:01pm UTC

Tomate Cru # 22
Roma escondida 1 - Arco (e Viccolo) degli Acetari

Direct download: Tomate_Cru_22.mp3
Category:podcasts -- posted at: 8:53pm UTC

Tomate Cru # 21
Birita tem que ser a melhor, senão tás fudido!

Direct download: Tomate_Cru_21.mp3
Category:podcasts -- posted at: 8:40pm UTC